::.Amigos & Seguidores.::

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

:.. E Se Fosse Verdade


Você já viu espíritos? Acredita em fantasmas? Já conversou com algum? Imagine que a sua própria casa já teve um morador antigo que faleceu. Imagine, também, que ele ainda está a perambular como se fosse vivo pela casa. Não parece ser nada agradável, mas poderia ser real. E se fosse verdade?

E se for verdade que a morte não apaga a centelha divina que alimenta seu corpo, isso faria diferença para você? Aqueles a quem amamos, poder nos reencontrar com eles e até mesmo trocar palavras de carinho. Faz algum sentido se for realmente verdade que a morte é uma ilusão?

E se nós estamos desperdiçando nosso tempo e energia em busca de pérolas falsas quando deveríamos valorizar o momento presente em buscar realmente aquilo que interessa. Significa alguma coisa para você?

E preencher nossas vidas só de trabalhos e projetos nos esquecendo que o deleite também faz parte desta vida material, faz algum sentido para você?


Foto Retirada da Internet- Google Imagens



Pois fará para uma mulher que está em coma há três meses no hospital. Ela terá um encontro "insólito" com um arquiteto de San Francisco. Ele é o único que pode impedir que os aparelhos que a mantém sejam desligados.

Esta semana passou o filme “E se fosse verdade (Just like Heaven)” que retrata tudo isso que escrevi. É uma comédia romântica que tem como par principal Elizabeth (Reese Witherspoon) e David (Mark Ruffalo). Ela trabalhou em diversos filmes como: Legalmente Loira e Johnny & June. Ele trabalhou também em tantos outros filmes como: Em Carne Viva e Zodíaco. Acho que a química desta dupla fez a trama ter um sabor a mais. Já que o filme transmite uma sensação de leveza e bem-estar entre pitadas de humor e romance.

A história lembra vagamente outros filmes do tipo “Um Espírito Baixou em mim”, "Ghost" e “Sexto Sentido”. Além de ser recheada de situações que levam à reflexão, como o caso da eutanásia, que merece um olhar todo especial. Os coadjuvantes são um capítulo à parte. Desde a irmã incrédula ao amigo cupido-malucão, passando também pelo cara da livraria especialista em paranormalidade, todos se destacaram.

Para quem gosta de ler, existe o livro com o mesmo título de Marc Levy. O livro tem uma continuação chamada "Encontrar você". Vale a pena ler!

51 comentários:

Adal 3 de dezembro de 2008 22:52  

Para alguns a morte de espírito é mais dolorosa do que a morte física. Mas só exste mesmo a morte de alguém quando não se é mais lembrado.

Meio "teoria da conspiração" os seus questionamentos não acha??

Todo ralo da num Esgoto 3 de dezembro de 2008 23:06  

acredito em espiritos sim...e se ela for igual a do filme :E SE FOSSE VERDADE...eu deixaria ela ate tomar cafe comigo!!
huahuahauhuahua

Moniquetudybom 3 de dezembro de 2008 23:43  

Acredito em espíritos mas não do jeito que o filme mostra. "Depois da morte segue-se o juízo".Não acredito em fantasmas de humanos.Mas entendi o filme como um alerta: você pode estar mais "morto" (com vida fisíca) muitas vezes do que muita gente enterrada no cemitério.
beijocas!

MARCOS LEITE 4 de dezembro de 2008 00:06  

lindo blog,gostei!


entre o meu blogs!

http://poetamarcosleite.blogspot.com/

e
http://odiariodeumaalma.blogspot.com

e veja os dias de uma alma,que vive no aprender,vivendo!

Deixe seus comentários, pois suas palavras será especial para mim!

Jaquielio 4 de dezembro de 2008 09:02  

Taí um assunto polêmico.Não sei se acredito em espirítos ou não.A única certeza que tenho, é que existem muitas coisas além daquelas que podemos enxergar.

André 4 de dezembro de 2008 09:04  

sou ateu dedeia, nada alem da materia e do cerebro...acredito na força suprema mas viadagens de espiritos e fantasmas somente para enrrolar incautos e trouxas..
www.benzineandmorfine.blogspot.com

Lorena 4 de dezembro de 2008 09:20  

Aaaah eu assisti o filme que passou e tals. Nunca tive experiencias de fantasmas e sinceramente, não acredito...acho que cada um tem seu tempo na terra...

http://solteirasfc.blogspot.com

Ronaldinho 4 de dezembro de 2008 09:27  

não acredito não, eles são mentirosos demais, eheheh

brincadeiras a parte, eu não acredito, mas morria de medo quando assistia "Poltergheist"

Ivany Pacini 4 de dezembro de 2008 16:44  

Acredito sim em espíritos. Já tinha assistido a este filme no cinema, e ele já tinha me emocionado... Uma comédia romântica´que é deliciosa e nos faz refletir em o que realemnte estamos buscando em nossas vidas.
Bjocas, e mais uma vez parabéns pelo blog.... lindo!!!

Barbie Wire Band 4 de dezembro de 2008 17:45  

Muito legal!!!!



Ah viemos avisar que nosso blog atualizou:

http://barbiewireband.blogspot.com/ [/)] [;)]

Bjssssssssssss!!!!!

Henrique Costa 4 de dezembro de 2008 21:52  

Andrea, retribuindo a visita e aproveitando p/ dizer q morro de medo disso, eu já senti senseções estranhas em alguns ambientes de tipo, ser observado, mas vai saber oq é realmente...

bj e abrigado por virar uma seguidora..

Tio Sam 4 de dezembro de 2008 22:20  

Seria meio louco um mundo onde espirítos e vivos habitam,mas é bem impossível,se fossem para os espiritos viverem no nosso mundo,eles nem morreriam.

mas gostei da refletição rs.

Denise 4 de dezembro de 2008 23:44  

Bonito texto!

Leo Pinheiro 5 de dezembro de 2008 00:07  

Bem, eu sou kardecista. Daí conclui-se a seriedade que eu encaro o assunto e a minha verdade.

Se é a verdade da maioria ou minoria... Sinceramente não me importa. Vou seguindo em frente. Sempre!

computakipiada 5 de dezembro de 2008 10:02  

que comentarios poeticos hehe da uma passada la no meu novo blog
http://computaki.blogspot.com/

Cleidemar 5 de dezembro de 2008 21:19  

Nunca vi, e pretendo não ver..mas todos nós indiferente a crença, quer que exista algo alem da morte, quer que exista alguem que esteja em algum lugar nos cuidando e nos julgando, isso esta incluindo em nossas cabeças...
acho q o q mais assusta é pensar que nao existe nada depois da morte....por isso criamos inconcientemente imagens de pessoas mortas por ai...

Vinicius Yuri 5 de dezembro de 2008 21:25  

Sou um cético. Não creio que este tipo de coisas exista, mas quem é dono da verdade?

http://greenbedroom.blogspot.com

Marcel 6 de dezembro de 2008 16:24  

Meu professor costuma dizer: "E se minha mãe tivesse rodas, ela seria um automóvel".

Evito espelhar minha vida em suposições, mas SE isso fosse verdade... adoraria da um outro abraço no meu avô.

Sam 6 de dezembro de 2008 17:21  

olaa
gostei do seu blogg
o filme e se fosse verdade e muitoo

www.absurdascoisas.blogspot.com

Homenzinho de Barba Mal feita 7 de dezembro de 2008 00:02  

Eu sou Kardecista, por tanto acredito que a vida não termina agora. Eu acredito que a nossa existência atual é um refelexo de outras vidas...


http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

Calango 7 de dezembro de 2008 00:18  

sim...
já pensei em cada coisa dessas...

por sinal penso direto sobre isso...


minha conclusão é meio polêmica, por isso não vou posta-la aqui...

Jovens Tolos... 7 de dezembro de 2008 00:40  

Não acredito que nao exista e nem que exista, fico em posição neutra quanto a isso.

André 7 de dezembro de 2008 04:58  

Não acredito que a morte seja uma ilusão, mas não duvido de que pessoas que já se foram possam manter contato conosco, muito pelo contrário, acredito piamente que eles estão por aí até porque já tive provas "concretas" da presença deles. Não sei como explicar, isso envolveria tanta teoria, tanta religião e eu prefiro me abster tentar arranjar alguma explicação "aceitável", digamos assim.

Ótimo blog, mas essa música de fundo me deu medo. rsrs

beijos!

Kacau 7 de dezembro de 2008 05:59  

Ola amiga!! vim ti visitar, sobre a morte eu já passei pela dor da perda e aprendi que vc deve dizer "eu ti amo" em vida, chorar, rir, aproveitar cada segundo, depois que vem a morte não adianta se lamentar, claro que sofremos, mas o importante é o que vc faz em vida.bj e bom domingo.

http://messnatural.blogspot.com/

Euzer Lopes 7 de dezembro de 2008 12:09  

Na verdade, acho que se dá muita importância para o ter: ter casa, ter emprego, ter férias, ter carro, viajar, comprar... Esquece-se do ser: ser feliz, ser pleno.
Aí, quando se perde alguém fica-se pensando em coisas que não foram feitas: palavras que não foram ditas, carinhos não manifestados. Só que é tarde.
Acho que espíritos e fantasmas nada mais são que um alerta de nossa consciência de que não estamos dando valor ao que temos de melhor em nós: nossa alma

P4CH3C0 7 de dezembro de 2008 12:58  

Acho que a morte é algo tão natural quanto a vida para nós. Não acredito em fantasmas. Essa idéia talvez seja uma tentativa de negar o fim da existência após a morte. É natural porque não sabemos lidar bem com as perdas.

Juh lee 8 de dezembro de 2008 00:20  

Eu nunca vi fantasma, e nem algo parecido, tbm não duvido dos qm já os viram, sei lá, cada um é cada um,qm sabe essas almas q ficam vagando, sejam espirítos pertubados, não conformando com a morte, e não consegue encontrar a paz eterna.
Talvez seja, coisa da imaginação, do medo, da perda de alguém, por não ter falado palavras q poderia ser ditas, o arrependimento por não ter passado mais tempo, durante o tempo de vida do inte querido.
Eu q não quero ter essa experiência...Tô fora, fui!!!

Veiga 8 de dezembro de 2008 09:37  

acredito até certo ponto...

carpe diem.

^^

Gisela Melloso 9 de dezembro de 2008 18:50  

é o perder tempo com coisas que não mudariam nada em nossas vidas, acaba nos fazendo perder momentos que não viveremos mais.

òtimo post

Abração

nalinhadefundo 9 de dezembro de 2008 19:53  

eu acredito em espiritos sim
nunca vi um mas eu acredito sim
por diversos motivos que nao vem ao caso comentar
;P

belo blog...

http://nalinhadefundo.blogspot.com/

Kazejin 9 de dezembro de 2008 20:14  

Não digo que não acredito, sou meio dificil mas com certeza tem algo de diferente na nossa existencia algum proposito sei lá, e a resposta não é 42.

Julio Cesar 9 de dezembro de 2008 20:17  

Eu acredito que depois da morte, tem algo + sei la assim tipo reencarnação , ou virar fantasma etc essa coisa!!

pra min a morte naum é o fim :)

Dora Lomba 9 de dezembro de 2008 21:09  

Eu não sou de acreditar em espiritos, mas acredito em forças maiores!
Adorei o blog!
Beijos da Dora

Balinha* 9 de dezembro de 2008 21:20  

Parabéns você escreve muito bem.
Está lindo!

Gustavo 9 de dezembro de 2008 21:56  

Já havia refletido isso na praia com meu maço de cigarros me acompanhando.
E pelo fato de ser ateu, quero viver o agora, por que criar coisas abstratas é a pura falta de conhecimento da realidade.

Trujillo 9 de dezembro de 2008 23:25  

Somos educados a se apegar ao minimo. Ao detalhe que nos leva junto, ao lado daquele que esta em outra jornada. No entanto, em uma das mais belas dadivas, as lembrancas torna cada momento vivo em nossas memorias. Essas que nos visita em sorrisos e caricias de lagrimas de tempo vivido. Ficou marcado quando universo parou para olhar o que acontecia do outro lado do mundo.
Gostei mutio do texto. Me fez pensar muito sobre coisas que ja havia me deixado esquecer.
Tenho um post novo. Tvs ele tb lhe traga lembrancas. Ou faca novas.
Abrcs
Trujillo

ANDRÉ GALHEGO 10 de dezembro de 2008 00:01  

AMIGA, SEMPRE SE SUPERA HEIM, AMEI ESSA MATÉRIA!
BEIJOS E SUCESSO!

Dário Souza 13 de dezembro de 2008 18:54  

adoro esse filme,eles fazem um casal tao bonitinho e sem mentira eu chorei quando ela nao conhece ele quando volta [spoiler]

Sr. Menezes 13 de dezembro de 2008 19:43  

Dúvidas inquietantes heim! Me lembrou um outro filme que assisti faz tempo com o Hobbei Willians, "amor além da vida", oscar de melhores efeitos visuais. O cara vai no inferno por amor à sua mulher..muito bonito!

jcdigital 13 de dezembro de 2008 20:34  

às vezes a gente perde muito tempo só buscando coisas materias e deixamos de lado pessoas que amamos, nossa vida, entre outras coisas.

;)

Guilherme Bandeira 13 de dezembro de 2008 21:30  

Muito maneiro seu blog...

Quer conhecer um blog maneiro?
www.olhaquemaneiro.com.br

Miriã Soares 13 de dezembro de 2008 21:31  

Não acredito em fantasmas, mas creio que a morte não eh o fim...existe outra vida.

Gúh! 13 de dezembro de 2008 23:15  

tenho medo disso =/

mas acredito :D

Roberto 13 de dezembro de 2008 23:59  

na verdade, como muita coisa, isso é muito relativo, um pouco bom, um pouco mau, eu ja acreditei mais...talvez hoje n aredite o suficiente para ver, mas se pudessemos reencontrar pessoas que amamos e ja se foram...é bem provavel que encontraríamos quem não iamos querer encontrar.


gostei do blog.


(:

Nicolle Longobardi 14 de dezembro de 2008 19:07  

Bem reflexivo seu texto,mas essa parada de espíritos e coisa e tal é bem relativo,há quem acredite e há quem não acredite.Coincidentemene existe um filme "E se fosse verdade" que trata-se de uma mulher que teve a experiência que digamos que seja uma quase morte.
Muito bom o seu blog,beeijos!

Cinthia Ferreira 14 de dezembro de 2008 21:11  

Bem, eu não acredito muito nessa história de fantasmas não, mas, sim, em espíritos. Bem, minha vó sempre dizia que a bíblia afirma que quando a gente morre, nossa alma não sobe mais à terra. E eu acredito nisso. Os espíritos que as pessoas dizem que veem nada mais são que demônios querendo nos assustar. É nisso que eu acredito. Enfim, voltando ao seu blog, ele tem uma boa iniciativa!

David Sampaio 14 de dezembro de 2008 21:43  

Jesus veio ao mundo pra nos revelar o mistério além-vida.

Basta estudarmos e abrirmos o coração para que o dom do entendimento preencha nosso coração.

abraços!

http://arvoreando.blogspot.com/

Claudemir 14 de dezembro de 2008 22:54  

Concordo com o colega acima,. Creio que a resposta pra essa perguntas é uma só, Jesus, que nos ensinou e desvendou todos os mistérios através das escrituras.

Patricia 15 de dezembro de 2008 02:17  

Cara, q medo... Não do fantasma em si (tá, talvez um pouco do fantasma tb...), mas sim d ter alguém t observando e q vc não tem idéia d onde tá... sinistro...

Passa lá no meu blog tb:
http://blogdapattyandrea.blogspot.com

Whógenor 16 de dezembro de 2008 21:22  

primeiramente, muito obrigado por comentar em meu blog e agradeço por ter gostado de meu texto, é bem simples(nada muito surreal), enquanto ao texto, é uma dúvida que me persegue, a respeito da existencia das almas, algo bem instigante, mais como disse no texto, vale muito mais viver do que esperar por algo incerto!!!
Como diz a frase de uma canção
"é bem melhor viver sem saber.."

abraços...

e se puder visite

http://kaoskotidiano.blogspot.com/

blog lindissimo esse teu!!!

Pedrasnuas 27 de julho de 2010 06:34  

EU NÃO SEI SE DEVO ACREDITAR EM ESPÍRITOS...JÁ FUI MAIS CÉPTICA ...MENOS CÉPTICA...

HOJE PENSO QUE EXISTEM FACTOS PARANORMAIS...A CIÊNCIA NÃO EXPLICA TUDO OU NÃO ESTÁ SUFICIENTEMENTE AVANÇADA PARA DESVENDAR CERTOS MISTÉRIOS?...

ANTIGAMENTE O TROVÃO ERA A REVOLTA DE UM DEUS IMPIEDOSO...O SOL...A CHUVA...TUDO O QUE O HOMEM NÃO COMPREENDIA ATRIBUÍA AO SOBRENATURAL...E HOJE NÃO SERÁ ASSIM?!

NO TEMPO DE CRISTO UMA PESSOA COM EPILEPSIA ERA CONSIDERADA COMO SE ESTIVESSE POSSUÍDA PELO DEMÓNIO. O DEMÓNIO EXISTE?

DA MINHA PARTE PREFERIA QUE EXISTISSE UMA ESPÉCIE DE VIDA PARA ALEM DA MORTE...ACHO ATERRADOR IMAGINAR QUE SE MORRRE E ACABOU TUDO...

GOSTEI MUITO DO TEMA

BEIJO

Related Posts with Thumbnails

:: Frases para Refletir ::

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (Fernando Pessoa)