::.Amigos & Seguidores.::

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Versos de Reflexão



PROCURA (Andrea Vaz)



Fiz uma volta ao mundo
Fui além de tudo que podia tocar
Cheguei à profundeza de cada limite
Acreditando que iria te encontrar...

Viajei para muito longe
Seguindo seus passos no escuro
Hipnotizado persegui um pequeno e longínquo brilho
E no final havia apenas um reflexo no muro

Que mundo é este que me faz caminhar em círculos...
Procurando eternamente alguém que não existe
Alguém que talvez, imaginariamente, vive dentro de mim.
Roda viva gira-gira sem parar...
Promove encontros e desencontros sem cessar.
Persiste com a disputa entre o bem e o mal.
Reproduzindo jogos de conquista fora do convencional.
Mas insisto em acreditar que vou te achar,
Mesmo vivendo quase cego na ilusão da contradição...
De repente um momento, um desvio...uma chamada de atenção!
Só assim percebo você na minha frente sem medo de amar.

9 comentários:

Caroline 28 de maio de 2009 22:25  

nossa andrea parece que vc escreveu pra mim, estou andando em circulos, a procura do que não sei,vc devia escrever um livro de poemas, eu certamente compraria.



http://messnatural.blogspot.com/

™Deka 30 de maio de 2009 09:24  

Temos fases assim não é mesmo?
Muito lindo, parabéns!
Bom findi!

UMA PAGINA PARA DOIS 31 de maio de 2009 20:55  

Muito bonito teu blogger, com lindos poemas...
Abraços Eduardo poisl

Lygia 1 de junho de 2009 00:31  

Olá Andréa!
Passei prá retribuir a visita. A vi entre meus seguidores. Obrigada por estar comigo. Será sempre muito bem vinda. Adorei o que encontrei aqui. São lindos seus poemas.Voltarei sempre.
Parabéns!

Beijos

Lygia

Juh Lee 1 de junho de 2009 15:35  

Oie, Dedra!

O seu poema é muito bem escrito, as palavras fazem sentidos, encaixaram na história.

Que a melodia da noite, o brilho das estrelas e
a magía da lua toque em seus pensamentos,
te levando a ter os mais lindos sonhos, umas das coisas básicas como barras de ferramentas, nós vivemos de sonhos, esperanças, e conquistas, perdar a esperança de encontrar o amor, jamais!
Olha, vc mandou muito bem, hein!

Parabéns...
Besitos!!!

30 e poucos anos. 2 de junho de 2009 10:55  

A eterna busca qdo na verdade é mais fácil querer ver ... as vezes buscamos algo pelo simples prazer de sair procurando !

Byers 2 de junho de 2009 11:15  

Muito bonito este poema, gostei mesmo.

Mas, só não entendi pq primeiramente vc dividiu as estrofes em 4 versos e depois fez um bem grandão, fico meio anti-estetico..rs mas mesmo assim não tirou o brilho do poema.

Gostei do fim tb que dá a entender que o que vc procurava estava do seu lado o tempo todo, enquanto no decorrer do poema todo parece que está distante, talvez nem exista e derrepente está bem pertinho !!!

Ah eu gostei tb das palavras simples, muito bom mesmo.

:) flor, queria te convidar então para fazer parte da revista Sunshine, ela é uma compilaçao de textos todos ilustrados por mim, a cada nova estação eu lanço uma nova edição atualmente estamos trabalhando com o inverno que está para chegar.

www.rubensmedeyros.blogspot.com

conto com vc!

PCN 8 de junho de 2009 10:46  

Me identifico com esses textos... Parabéns moça, você tem talento!

http://papeisriscados.blogspot.com/

Rosangela A. Santos 8 de junho de 2009 11:15  

Belissimo .. situação que muitos e muitos de n´so passamos .. a procura e nem sabemos do que .. e pq .. buscamos uma coisa que está na nossa frente e as vezes até já temos ... rsrs

Abç.

Related Posts with Thumbnails

:: Frases para Refletir ::

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (Fernando Pessoa)