::.Amigos & Seguidores.::

quarta-feira, 15 de julho de 2009

:: Tertúlia Virtual ::


SONHOS (Andrea Vaz)

Vejo meus pés nus e claros
Pisando no verde da grama
Sensações de prazeres raros

Vejo meus pés nus e claros
Pisando no asfalto cinzento da rua
Sensações de cansaço e gestos falhos

Vejo minhas mãos acariciando a areia
Fazendo e desfazendo castelos
Experiências bem vividas na veia

Vejo minhas mãos amassando um papel
Gestos rudes e incertos
Arranhando certo sentimento fiel

Quando percebi acabou-se o encanto.
Bom ou ruim, ficou no outro plano.
Misterioso significado para entender sem engano.
Versões embaçadas do cotidiano,
Então, viver de sonhos é humano.

Por isso repito e volto a escrever.
Sonhos, gosto muito de comer.
Sonhos de dormir, alguns ficam sem entender.
Sonhos de viver, faço dia-a-dia acontecer.
Agora sua vez. Conte logo seu sonho antes de esquecer.



Esta postagem faz parte da Tertúlia Virtual, promovida por Jorge Pinheiro (Expresso da Linha) e Eduardo P.L. ( Varal de Idéias). O Tema desta vez é livre. Pena que está se encerrando. Deixo uma pequena homenagem demonstrando que o sonho pode se realizar e muitas vezes vai além do propósito inicial. Aguardo novos projetos. Boa sorte a todos!

10 comentários:

Eduardo P.L 15 de julho de 2009 12:32  

Andrea,

muito bonita sua postagem, nesta derradeira Tertúlia! Fico muito grato e honrado com sua participação!

Bjs e muito sucesso para este seu blog!

Compondo o olhar ... 15 de julho de 2009 12:43  

que lindo!! muito bonita sua poesia...
vivemos de sonhos e os preseguimos também...
adorei sua participação em mais esta tertulia...
realmente pena que seja a última, mas fica a amizade e o carinho destes dias 15 de cada mês. vamos aguardar novos projetos e com certeza poderá contar conosco.
bjocas mil

marie 15 de julho de 2009 13:24  

Alguns dos sonhos da gente, não passa disso mesmo...SONHOS!
Beijinho

Sandra 15 de julho de 2009 20:22  

Lindo o seu blog.
Lindo a postagem que fizeste.
Relamente, se o Edu e Jorge, queriam que todos se comovessem e criassem coisas lindas, podes ter a certeza, eles conseguiram.
Todos postaram de uma forma ou de outra, por que era livre. e ficaram maravilhosas.
Amei visitar praticamente todas. Vejo que todos estam sensibilizados com o fim da tertulia.
Este seu poema descanço, nu ficou magnifico.
Tertulia fez um grande circulo de amizades.
Parabéns.
Com carinho
Sandra

Carla 18 de julho de 2009 01:23  

Já que não pude participar, pelo menos posso visitar!! A Tertúlia vai deixar saudade mesmo!!
Seu poema é lindo e cheio de verdade e sensibilidade!
Um abraço!

Eduardo Santos 18 de julho de 2009 15:35  

Olá Andrea. Seu poema é delicioso, só por ter o prazer de o conhecer já valeu apena visitar seu espaço. Somos muitos a desejar que as tertúlias não tivessem acabado, mas ficam os bons momentos e os conhecimentos que cada um obteve ainda ma esperança de algo mais. Tudo de bom para si amiga, espero voltar.

Vou de coletivo! 19 de julho de 2009 05:20  

Olá!
Aqui quem fala é o Murilo, dos blogs Palavras de Osho e Os nascimentos das palavras.
Assim como você e dezenas e dezenas de outros amigos blogueiros, eu participava das blogagens coletivas do Tertúlia Virtual, belíssimo projeto de promoção de blogagens coletivas que infelizmente chegou ao fim em julho de 2009.
Para mim, a inicitativa do Tertúlia foi responsável pela realização de muitas das melhores blogagens coletivas da blogosfera em língua portuguesa.
A idéia de a cada mês reunir blogueiros em torno de um tema foi tão bem-sucedida que não podemos deixá-la morrer.
Para colaborar, lancei o Vou de coletivo!
Todo dia primeiro do mês será proposto um tema para ser abordado por blogueiros por meio de textos, imagens, vídeos e o que mais a criatividade permitir.
Assim que o tema do mês é apresentado, é aberta uma lista de inscrições. Basta você inscrever sua postagem que automaticamente será inserido um link para ela na relação de participantes. As inscrições ficam abertas o mês todo.
E você, gostou da idéia? Espero que sim!
Então não vamos perder o embalo. Logo sai o primeiro coletivo de 2009! Clique aqui e acesse o Vou de coletivo!
Abração!

Paula 20 de julho de 2009 03:16  

Andréa,
Lindo poema.
Tb fiquei triste com o fim da Tertúlia,mas os meninos garantiram que novos projetos virão.
Bjos,
Paulinha

Fernando Leroy 21 de julho de 2009 14:19  

Parabéns pelos posts legais. Acompanho agora! Abs!

sercon 23 de julho de 2009 08:03  

bom blog convite para o meu http://lenteoculta.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails

:: Frases para Refletir ::

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (Fernando Pessoa)