::.Amigos & Seguidores.::

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Poesia Para Um Futuro Melhor...



“Para Ti” (Andréa Vaz)

Não olhe para trás,
No futuro há tanta coisa linda,
No presente, tanta coisa bacana,
E no passado?... No passado nada existe
Cada minuto findo, é minuto inexistente
E cada instante passado, não é instante presente
Futuro é tempo distante...
É tempo propício à vida.
Presente é luta, é jogada, é crise de batalha vencida
Momentos, suores, causa de bom viver;
Futuro, esperança, estrada desconhecida,
Mas, o presente ensina a conhecer.
E você? Você vive, vive no passado?
No futuro, no presente?
Então, não olhe para trás
Sua estrada é florida
E seus campos, abertos em horizontes
Amplos, largos, gigantescos,
Iluminados, sorrindo nos raios de luz do amanhecer,
Cada caminho uma nova vida,
Cada raio, esperança, vontade de crescer
Para a vida, para o mundo, para ti,
Viajante de jornada.
Então não olhe para trás
Tudo passou porque passou
Se foi, porque foi necessário
E a vida, a vida continua caminhando,
Palpitando no coração
Dizendo que nos ama pra valer
Então, recolha as flores do seu caminho,
Perfumadas, belas, deslumbrantes
E distribua-as para os passantes,
E... não esqueça...
Não olhe para trás.

4 comentários:

Chica 17 de novembro de 2009 07:08  

Muito lindo,Andrea! beijos,lindo dia,chica

luiz scalercio 18 de novembro de 2009 11:36  

nossa bellissimo poemas
seu blog e lindo.
prbns.

Miss Yang 18 de novembro de 2009 23:17  

tenho que aprender mais com tuas palavras.
muitas vezes me pego olhando pra trás, mesmo que involuntariamente, mesmo sabendo que o que passou ficou por lá e se hoje não vive é por que não era pra ser.
tuas palavras me fizeram refletir.
grande beijo

Carla 22 de novembro de 2009 20:55  

Puxa, belíssimo!
Adorei... Excelente conselho, válido sempre, mas que de vez em quando a gente esquece!

Bjs

Related Posts with Thumbnails

:: Frases para Refletir ::

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (Fernando Pessoa)