::.Amigos & Seguidores.::

sexta-feira, 25 de junho de 2010

:: Brasil x Portugal ::



Confesso que não tenho grandes expectativas para o jogo de Brasil e Portugal, pois ambos estão classificados para as oitavas de final. Será um jogo amistoso, assim dizendo. Portugal surpreendeu-nos em seu último jogo contra a Coreia do Sul com a goleada de 7 gols. Será que foi um futebol arte ou simplesmente o seu adversário "entregou o ouro"?

Brasil, por sua vez, vem de duas vitórias consecutivas mas ainda não mostrou todo o seu potencial. Para a partida de hoje, está desfalcado de dois de seus principais jogadores, Elano (contudido) e Kaká (cartão vermelho), sendo substituídos por Daniel Alves e Julio Batista, que também jogam um bolão. Dunga anunciou que o atacante Robinho vai ficar no banco de reservas da seleção brasileira nesta partida de sexta-feira contra Portugal e será substituído por Nilmar, que jogará ao lado de Luís Fabiano.

Aliás, acho que a seleção poderia jogar com todos os reservas, para poupar os titulares. Acredito que tudo é possível. Desde uma goleada a um simples empate. Sairemos felizes, até o próximo confronto.

Agora é contagem regressiva, e torcer muito para que a seleção faça um jogo que brilhe mais ainda as cinco estrelas que traz no peito.

Força Brasiiillllll!!! Rumo ao Hexaaaaaa...!!!

2 comentários:

thaisalvessilva 25 de junho de 2010 12:31  

OLA BOM DIA,FALCAO O DUNGTAB ERROU AO NAO CONFOCAR O RONALDINHO GAUCHO PARA SUPRIR A FALTA DO KAKA,JA QUE O BRASIL NECESSITA DE UM MEIA DE CRIAÇAO?

Compondo o olhar ... 25 de junho de 2010 21:42  

é minha amiga!! que jogo truncado, tanto portugal como o brasil entraram em campo p fazer um jogo de comadres........ os dois já estavam classificados!!!

bjcoas.

Related Posts with Thumbnails

:: Frases para Refletir ::

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (Fernando Pessoa)