::.Amigos & Seguidores.::

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Informática na era dos rascunhos digitais...

Os ebooks vão substituir os livros?



Os ebooks vieram revolucionar o mercado editorial. Com custo bem barato e fácil portabilidade, ganharam espaço no mundo digital.

Se considerarmos como ebooks, qualquer conteúdo escrito em formato digital on-line, pode-se dizer que os ebooks existem desde 1971 quando Michael Hart iniciou o Gutenberg Project, com livros online no formato txt. No Brasil, temos muitas iniciativas pioneiras, há muito tempo, disponibilizando ebooks em diversos formatos como txt, rtf, html e pdf. É preciso, no entanto fazermos uma distinção entre os ebooks e os aparelhos de leitura de ebooks, os chamados "ebooks reader". Os ebooks reader são um equipamento portátil, do tamanho aproximado de um livro comum e que podem ser transportados facilmente para qualquer lugar e armazenar centenas e até milhares de ebooks, o que os transforma em uma espécie de biblioteca ambulante. Os ebooks readers são mais recentes que os ebooks e surgiram no mercado por volta de 1998. Então podemos ler os ebooks nos ebooks readers, ou e também, nos computadores, notebooks, palms e até nos celulares que suportem este recurso.


Foto Retirada da Internet- Google Imagens




Existe algumas vantagens em relação ao livro tradicional. A principal vantagem do livro digital é a sua portabilidade(fácil acesso). Eles são facilmente transportados em disquetes, cd-roms, pen-drives , cartões de memória, e rapidamente adquiridos através de downloads pela internet. Se um leitor que se encontra no Canadá, por exemplo, e tiver interesse em adquirir um livro digital vendido no Japão ou na China, pode adquiri-lo imediatamente e em alguns minutos estará lendo tranquilamente o seu ebook.

Outra vantagem dos ebooks é o preço. Como o custo de produção e de entrega do ebooks é bem mais baixo do que no caso dos livros em papel, os ebooks podem chegar as mãos do leitor por um preço sensivelmente menor.

O novo atrativo para livros digitais é o fato de já existirem softwares capazes de os ler, em tempo real, sem sotaques robotizados e ainda converter a leitura em uma mídia sonora, como o MP3, criando audiobooks. Isso é muito interessante para pessoas que tem alguma dificuldade para ler, basta ouvir.

Certamente os ebooks tem direitos autorias da mesma forma que os livros tradicionais. Isso significa que eles não podem ser alterados, plagiados, distribuídos ou comercializados de nenhuma forma, sem a expressa autorização de seu autor. No caso dos livros digitais gratuitos, devem ser observadas as regras e leis que regem as obras de domínio público ou registros de códigos abertos para distribuição livre.


Agora uma pergunta que não quer calar: E no futuro, será que o livro tradicional vai acabar?! Vamos comentar...



Diversos ebooks:
http://www.ebookcult.com.br/

22 comentários:

Rafael Tupiná 10 de outubro de 2008 11:54  

eu acho q sim viu

e mt mais pratico usar um e-book sem falar q pode conseguir livro de graca ne so baixar da net

acho q os livros de papel vao sumir igual as fitas casseti

bjos
http://culturatups.blogspot.com/

Marina Petrolli 10 de outubro de 2008 12:34  

Ahhh concerteza será bem prático...
mas eu ainda gosto de folhear as páginas..
=]

Jéssica Torres 10 de outubro de 2008 14:04  

Eu espero que não!
Ler pra mim é um prazer mais complexo do que aparenta ser! Preciso tocar e folhear as páginas, preciso me encantar com a capa do livro, e até me deleitar com o cheiro de papel envelhecido.
O mundo modernizado pode ser bem mais prático, mas há certos prazeres que são insubstituíveis!


Obrigada pela visita! Volte sempre! Bem como eu pretendo voltar aqui!

Ivany Pacini 10 de outubro de 2008 14:17  

Acho interessante e prático os ebooks, mas c isso exterminar os livros, não concordo (pelo espero). O prazer da leitura está justamente no folhear as folhas, interagir com elas..., poder sentir nas mãos a suave leveza do papel, seu cheiro, seu formato....
Realmente espero q não ocorra isso!!!
Bjs...

PS: Vc está se aprimorando cada vez mais.... Parabéns!!!

Fabio Gouvêa - 001pontodevista.zip.net 10 de outubro de 2008 14:24  

Que bom que gostou do blog!!

também gostei do seu! Que mistura tudo em boas pitadas: cultura, leitura, inteligência e muito bom gosto!

Parabéns!!

Stanley Marques 10 de outubro de 2008 15:04  

Creio que não. Estarão presentes em nossas vidas, mas acredito que não substituirão a tal ponto. Eu gosto de folhear um livro, um jornal. Não sinto o mesmo interesse quando se trata de computador, por exemplo. Acho que na net cansa mais. Bom, espero que não substitua.

Convido-lhe a conhecer o Antologia Racional: www.antologiaracional.com
parceria?
Abraços!

Stanley Marques 10 de outubro de 2008 15:05  

Creio que não. Estarão presentes em nossas vidas, mas acredito que não substituirão a tal ponto. Eu gosto de folhear um livro, um jornal. Não sinto o mesmo interesse quando se trata de computador, por exemplo. Acho que na net cansa mais. Bom, espero que não substitua.

Convido-lhe a conhecer o Antologia Racional: www.antologiaracional.com
parceria?
Abraços!

Finim 10 de outubro de 2008 15:32  

Eu acho ler no computador, muito cansativo, prefiro um livro tradicional, mas confesso que possuo vários e-books salvos no pc!

Passa no meu!
Bjjj

Sueli 10 de outubro de 2008 23:01  

A evolução é fantástica!!
Mas o prazer, de ter um livro nas mãos, sentir a textura, o cheiro de papel, abraçsr a cada emoção...enfim, que seja bem lá no futurão!!
Enquanto aqui estiver... meu bom livro fará parte das minhas viajens!!
Bjs Lili...

Benjamim 10 de outubro de 2008 23:09  

Acredito que o e-book não vai substituir o livro de papel. Apesar de toda a comodidade do e-book, ele ainda peca em um aspecto: vc depende de uma máquina. Se vc depende de uma máquina, vc de depende de energia. Com todo esse borburinho mundial a respeito de economizar energia, acredito que o livor impresso terá vantagem sobre o e-book. Sem falar que a maioria da população brasileira não está incluída ainda na era digital. Além disso, quem é que não gosta de ter o papel em mãos na hora de ler? Confesso, é um prazer para mim sentir as folhas de papel ao ler. Acredito que comparar o livro impresso com as fitas cassete seja um engano: o livro impresso não é de modo algum menos prático que o e-book, ele é apenas constituído de uma mídia diferente. A meu ver, dizer que o e-book substituirá o livro impresso seria o mesmo que dizer que o cinema substituirá a fotografia (tratando-se da fotografia e do cinema como arte). São mídias diferentes, com propostas diferentes e, a meu ver, não há porque compará-las. Mas, de fato, as mídia eletrônica é muito prática, vejamos este blog por exemplo ^^

Obrigado pela visita ao Rosa de Pedra! Confira também o Delírios de um maluco sadio! Gostei do seu blog, vou continuar passando por aqui!

Karla Hack 11 de outubro de 2008 00:57  

Não creio que vá substituir completamente... mas é prático..
Eu, particularmente, adforo folhar um livro... entrar em contato com o papel... Acho mais emocionate, mais palpável!

;D

bjus

Gabriel Lopes 11 de outubro de 2008 14:10  

As pessoas tem a mania de achar que uma nova tecnologia vai extinguir a outra.O mp3 veio e nem porisso os Cds - mesmo em menor volume - deixaram de ser ouvidos.O mesmo aconteceu com o vinil.As pessoas que gostam não vão abandonar aquilo que apreciam só pq algo novo saiu.Assim acontece com os livros.Ler é algo prazeroso.Aqueles que realmente possuem o hábito da leitura vão continuar preferindo o papel.Fora que ler no pc é muito cansativo.

blog muito organizado e CONSTRUTIVO ;)
bjus e passa lá no www.olhojunto.blogspot.com

Natália; 11 de outubro de 2008 14:12  

Não, livros de papel não, há muito prazer em ir a uma biblioteca, pegar aquele livro, quantos olhos já o leram, é muito gostoso, é melhor. É como a fotografia, que hoje é obtida até em celular, mas não há nada como ver aquelas fotografias no pepel...

bob.loco Ah ViDa Eh lOcA mAnO!!! 11 de outubro de 2008 15:35  

eu axo q vai ser uma otima
assim como os sd akeles que vaum substituir os cds

abraços

Bibitcanus 11 de outubro de 2008 17:57  

muito boas as informações e já me utilizei bastante dos serviços do projeto gutamberg, e isso desde 98 quando começei a usar a internet !

Jonatas Fróes 11 de outubro de 2008 18:22  

Acho difícil os livros de papel serem substituídos por e-books. Ler no computador é extremamente incômodo e cansativo. Mas eu acredito que a internet e a tecnologia no geral vêm como uma ótima ferramenta de comunicação e propagandística. Os autores podem lançar seus livros na internet para que as pessoas os conheçam, e assim conseguirão adquirir um número maior de fãs e leitores. Aqueles que realmente gostam vão comprar seus livros de papel. Assim acontece com a música, os filmes, as séries e até mesmo as revistas.

;*

Musikaholic

Feänor 11 de outubro de 2008 19:43  

Ando namorando esses ebook readers com tecnologia e-ink há algum tempo, mas até a última vez que verifiquei nenhum atendia satisfatoriamente à todas as minhas necessidades.

Mas a nova leva promete... E em breve teremos ebook readers com e-ink colorida, e aí, sim, vou adquirir um.

A praticidade, pra quem trabalha com direito como eu, por exemplo, é absurda.

Vou conferir o site que você deixou.

Abraço!

HoneyBee 11 de outubro de 2008 20:24  

Ao meu ver, ler um livro é um ritual. Precisa ser calmo, precisa haver um momento entre eu e o livro. Quando o livro é novo, gosto de observar os detalhes gráficos, a impressão, sentir o peso, contar as páginas. Durante a leitura, verifico visualmente o tamanho do livro e quanto daquilo eu já li. Quando o livro é velho, é o cheiro de antigo que me encanta. Aquele cheirinho é mágico. Uma boa forma de guardar uma recordação é através do cheiro, sabia?

Enquanto puder, optarei pelos livros impressos.

Mnemosine 11 de outubro de 2008 21:51  

Talvez sim, talvez não.
Bem, acho que está mais para não, afinal, nada substitui a sensação de ter um livro entre as mãos, poder colocá-lo dentro da bolsa e levá-lo pra qualquer lugar sem a necessidade de nenhuma fonte de energia para que ele funcione no momento em que eu o abro.
Escrevi algo sobre em http://angfont.blogspot.com/2008/07/reservo-direitos-autorais_28.html
Dê uma passadinha por lá. Abração!

Tokmistico 13 de outubro de 2008 03:58  

Eu acho que os ebooks são filhos da era digital, muito útil para aquelas pessoas com deficiências visuais e tb por ser gratuito propicia que muitos tenham acesso a um novo universo. Eu, particularmente, não gosto. Ainda sou adepta de ter um livro entre as mãos, sentir aquele cheirinho das folhas novas, da tinta, de dormir abraçada com ele, de apertá-lo contra o peito cheia de emoção e de sonhos de um futuro feliz. Nossa, viajei...rsrs...besitos minha querida, Cris

Pedro453dm@hotmail.com 14 de outubro de 2008 16:28  

um não vai acabar com o outro, sempre teremos livros tradicionais

Leh 22 de outubro de 2008 00:10  

Iiihhh...

mais uma febre! a tecnologia ta avanaçando tanto, mas tanto... que é capaz de concursos e escolas mudarem o jeito de fazer prova... pk tem mta tecnologia capaz de 'colar' facil facil! rsss

Related Posts with Thumbnails

:: Frases para Refletir ::

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (Fernando Pessoa)